quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Confraternização do Malungo de Belém



Ontem, dia 23 de dezembro, realizamos a confraternização de fim de ano com as crianças e responsáveis que participam do Malungo Centro de Capoeira Angola de Belém. Foi uma festa muito bonita, onde pais e amigos puderam colaborar para que houvesse, além da roda das crianças, comidas, bebidas e presentes para as crianças participantes e algumas da comunidade. Agradecemos aos pais presentes, em especial às senhoras Nira, Carla e Shirley; aos colaboradores, Marzane e Sandra; Carlos, fotógrafo oficial do Malungo; José Leal; ao camarada Douglas e a todos os participantes. Um feliz 2009!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Centro de capoeira angola promove evento em Feira de Santana


Neste final de semana tem Brinquedo dos Angolas em Feira de Santana. A expressão utilizada pelos antigos para identificar a prática da capoeira na Bahia, dá nome ao evento promovido pelo Malungo Centro de Capoeira Angola.

As peripécias dos angolas da Princesa do Sertão e convidados começam no sábado (6), a partir das 17h30, com a apresentação da Orquestra do Malungo. Em seguida, por volta das 18 horas, será exibido o filme-documentário “Memórias do Recôncavo: Besouro e outros Capoeiras”, do cineasta, capoeirista e professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Pedro Abib.

Logo depois, será iniciada a mesa redonda Conversando sobre diáspora africana, sambas e capoeiras, com Joceneide Cunha, da Universidade Tiradentes (Unit – Sergipe), Treinel Augusto Leal, do núcleo Malungo, do Pará e também com a participação de Pedro Abib. Para concluir o primeiro dia de atividades, uma roda aberta de capoeira.

No domingo, Augusto Leal lança o livro “A política da capoeiragem: a história social da capoeira e do boi-bumbá”, a partir das 8h30, antecedendo a segunda roda de capoeira do evento. O encerramento do encontro está previsto para ocorrer às 12 horas.

O Brinquedo dos Angolas tem o apoio da Faculdade Nobre (FAN) e será realizado no Centro Cultural da Academia Point da Malhação, na Rua Elpídio Nova, no bairro São João, próximo ao Shopping Boulevard. Outras informações podem ser obtidas com o Contramestre Bel Pires, pelo telefone 75-9193-9376 ou pelo endereço eletrônico: www.malungoangoleiro.blogspot.com.
MEMÓRIAS DO RECÔNCAVO
Contemplado pelo edital Capoeira Viva 2006 do Ministério da Cultura do Governo Federal, “Memórias do Recôncavo: Besouro e outros Capoeiras” é um documentário que aborda a capoeira e suas histórias num dos prováveis locais de seu surgimento no Brasil: o Recôncavo Baiano.
A partir de depoimentos de antigos capoeiras moradores da região e também de estudiosos e pesquisadores, o cineasta Pedro Abib buscou reconstruir a memória sobre os fatos e personagens envolvidos com manifestação da cultura afro-brasileira. O filme-documentário também procura reconstruir a história de um famoso personagem da região e ícone da capoeira, o lendário Besouro Mangangá.

Elsimar Pondé
Repórter
In http://www.fsonline.com.br/lermateria.asp?id=18525&autor=43

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O BRINQUEDO DOS ANGOLAS


Participantes do Brinquedo dos Angolas realizado no dias 6 e 7 de dezembro de 2008, em Feira de Santana-BA. A família Malungo se encontra para celebrar com vários parceiros e amigos as novas produções sobre a história e cultura da capoeira no Brasil.
Em breve, mandaremos mais notícias.
Abraços!
Malungo do Norte.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Mestre Romão visita o Malungo



No sábado, dia em que comemoramos o nosso primeiro mês de trabalho, recebemos a ilustre visita do Mestre Romão, com quem tivemos o prazer de trocar idéias e partilhar uma pequena vadiagem de recepção. Foi um encontro restaurador de energias, que prepara a partida de Augusto Leal para o "brinquedo dos angolas" que irá ocorrer em Feira de Santana-BA, nos dias 6 e 7 de dezembro. Em breve o contramestre Bel estará conosco, em uma bela vadiação no Barreiro, e as novas sementes serão apresentadas ao camarada. Iê, viva o Malungo!

1º mês do Malungo no Barreiro...



O Malungo Centro de Capoeira Angola de Belém caminha em "braços de maré" com seus pequenos caxinguelês. A parceria com o camarada Douglas Miranda está apresentando seus primeiros resultados. Os treinos giram tanto em torno da movimentação corporal como pela aprendizagem da musicalidade da capoeira angola. Além disso, conversas sobre nossa história de resistência e sobre a cultura negra também são acrescentados no roteiro do ensino. As vezes o salão fica cheio. Outras ficamos poucos. Não temos pressa. Nesse processo queremos construir um grupo de angoleiros que sejam de valor, que possamos contar não somente nas vitórias mas também nas responsabilidades. Valeu, camará!