terça-feira, 30 de novembro de 2010

MALUNGOS E A CONSCIÊNCIA NEGRA NO PARÁ


A II Semana da Consciência Negra, realizada entre 18 e 20 de novembro de 2010, no Campus Universitário da UFPA, em Cametá-PA, recebeu o apoio do Malungo Centro de Capoeira Angola para a realização de suas atividades. O treinel Augusto Leal, membro do Malungo e professor daquela instituição, foi um dos membros da comissão organizadora do evento.

Além das discussões referentes à identidade e cultura negra, o Malungo Centro de Capoeira Angola, com apoio do Mestre Bel, ofereceu uma oficina de Capoeira Angola para a comunidade tocantina. Acompanharam o treinel Augusto, dois membros do Malungo de Águas Lindas, e a professora Marzane (Marzane, Maria do Ó e Cassio na foto acima).

A oficina culminou com um pequena roda aberta onde participaram os membros da oficina de capoeira angola e de capoeira regional (ministrada pelo mestrando Paulo Cametá, da Senzala).


Participaram da roda alguns docentes e alunos de história além de membros da comunidade.


No próximo ano o projeto de realização está previsto para ocorrer em uma das comunidades do interior - possivelmente a vila de Joaba - e estender a proposta para as comunidades de remanescentes de quilombos.